Os inquilinos desse apartamento na Vila Anastácio em São Paulo transformaram um lugar abandonado em um lar

 

Sala: papel de parede autoadesivo de tijolinhos, meia parede na cor Venturinha da Suvinil e o vermelho nos sofás formando uma combinação complementar que poucos ousariam.

A moeda na casa em que vivem a empresária Taciane do Nascimento, o chef de cozinha Lucas Dias e os pequenos Miguel e Joaquim é a pizza. Sempre que ela decide fazer uma nova intervenção na decoração do apartamento alugado e o marido fica relutante ela apela para a moeda oficial. “Eu falo para ele que aquilo que eu quero fazer muitas vezes custa apenas uma pizza e vai fazer uma diferença enorme aqui em casa” conta ela.

O que ela não conta, mas a sua casa mostra, é que as intervenções não são poucas e, sim, fizeram uma diferença enorme. Ao entrar no apartamento na Vila Anastácio em São Paulo uma longa escadaria nos recebe, mas a surpresa está lá no alto: uma sala ampla com pintura e piso laminado novinhos, mas nem sempre foi assim. Há três meses quem entrasse nesse imóvel encontraria um lugar abandonado, com piso de cerâmica quebrado e sujeira para todo o lado. Poucos enxergariam o potencial do local, mas a Taci viu.

Intervenção já!

O apartamento fica em cima do restaurante de Lucas e próximo da casa dos pais dele, por isso o esforço da reforma valeu a pena. Eles transformaram praticamente todos os cômodos da casa. Na sala entrou papel de parede autoadesivo que imita tijolinhos, pintura em meia parede em um tom que ela conta ainda estar se acostumando, mas que transmite uma sensação de tranquilidade sem igual. Já o piso de cerâmica foi substituído por um laminado instalado pelo casal para economizar na mão de obra.

Na cozinha, azulejos antigos cobrem todas as paredes e ela soube harmonizá-los muito bem. A cortina, que cobre o armário da pia, e a porta são em tons de laranja, cor presente nos azulejos, ou seja, tudo bem amarrado. A cor da madeira dos móveis, as plantas e o inox dos eletrodomésticos trazem aquele ar de casa de fazenda moderninha e de onde sai muita comida boa. Os móveis vieram do apartamento antigo e são da Tok Stok. “Eu queria muito essa cozinha e ia na loja quase todos os dias para ver se estava na promoção, os vendedores até já me conheciam” lembra Taci.

Cozinha com móveis reaproveitados do apartamento antigo e porta pintada de laranja para combinar os azulejos existentes.

Os dois quartos também foram pensados com muito carinho. O quarto do casal tem pintura em meia parede, o suporte do abajur foi feito pelo sogro de Taci e a TV ganhou uma faixa em tom de rosa pintada na vertical e prateleira logo acima. Já o quarto do Miguel e do Joaquim é um só e ela conseguiu encaixar tudo direitinho: móveis modulares foram a solução. “Eu queria que fosse um quarto de criança e não de bebe para crescer com eles” relembra.

Quarto do casal: a cor da tinta é única. “Eu comprei um tom de rosa e não gostei, vi um vídeo de como mudá-la, fiz e deu certo!”conta Taci.

Pensa que acabou? Ainda não. O apartamento é térreo e reserva uma surpresa no fundos: uma área aberta que poderia passar desapercebida se não fosse a habilidade e vontade dos moradores em transformá-la em algo incrível. Tinta rosa, plantas, churrasqueira e um banco fazem a gente querer ficar sentado ali tomando sol no inverno ou tomar uma cerveja com os amigos no verão.

Mais cor: do lado de fora tem planta, churrasco e cor!

Além das fotos e da história, a visita ainda rendeu um almoço no restaurante do casal, que merecia uma matéria a parte só para contar as transformações que eles fizeram lá. Carinho e cuidado estão em todos os cantos da casa e do restaurante e a Taci é aquele tipo de pessoa que tem a decoração dentro de si, consegue imaginar todas as ideias na cabeça e executá-las. Ela divide as histórias da sua casa no @meudocealuguel e vai cursar design de interiores ainda esse ano, um sonho antigo que ela irá realizar.

Passe para o lado para ver todas as imagens dessa casa única:

previous arrow
next arrow
Slider